NOVIDADE Acesse seu exame online
 
 


O Hospital das Clínicas Samuel Libânio, inicialmente denominado Hospital Regional “Samuel Libânio” foi idealizado no início do século XX pelo Dr. Custódio Ribeiro de Miranda. Graças ao apoio do então diretor de higiene pública do estado de Minas Gerais, Samuel Libânio o grandioso projeto foi viabilizado com auxílio da Fundação Rockfeller. No início de suas atividades, o funcionamento do hospital acontecia graças à Congregação das Irmãs da Divina Providência, que cuidava dos doentes. No período de 1921 e 1970 poucas foram as transformações que aconteceram na estrutura do Hospital Samuel Libânio. Seu quadro de funcionários continuou a ser composto pelas irmãs da Providência.


As mudanças ocorridas na cidade e na região refletiram de forma direta na instituição. A partir destas transformações, foi criada em 1969 a Faculdade de Ciências Médicas Doutor Antônio José Garcia Coutinho, a qual também impactou a realidade cotidiana naquele momento. Foi um momento de grande mudança no modo de vida da cidade de Pouso Alegre e da região. Outro momento marcante na história institucional foi em 1975, quando realiza-se a doação do Hospital Samuel Libânio para a Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí - Fuvs, com um objetivo bem claro: servir à Faculdade de Ciências Médicas. A partir daí e até os dias atuais, o Hospital funciona como campo de estágio e Pesquisa para os alunos dos cursos da saúde da Universidade do Vale do Sapucaí – Univás.


Em 1976, o então diretor da Faculdade de Ciências Médicas de Pouso Alegre, professor Virgínio Cândido Tosta de Souza consegue o apoio do general Newton Araújo de Oliveira Cruz e do presidente da Fundação, dom José D’Ângelo Neto, para o início das obras do novo prédio do Hospital Samuel Libânio. Foi um projeto audacioso que contemplava a edificação de um pavilhão de cinco andares. Três anos depois, em 1979, foi inaugurado a nova ala, que recebeu em sua inauguração a visita do presidente da República, general João Batista Figueiredo, confirmando que o desenvolvimento do restante do Brasil, também chegava à cidade de Pouso Alegre.


Em março de 1991, foi inaugurado as novas instalações do Pronto Socorro, que surgiu para atender a demanda crescente de urgência e emergência da região do Sul de Minas. O novo Pronto Socorro ganhou o nome dom José D’Ângelo Neto em homenagem a figura do primeiro Presidente da Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí.


A entrada no século XXI também é marcada por mais desenvolvimento. Grandes obras foram feitas nesta década, assim como melhorias em diversos setores do Hospital. O foco na gestão da qualidade também marca esse novo momento, onde a profissionalização nas mais diversas áreas torna-se fator chave para a continuidade do desenvolvimento.



Para garantir uma melhor experiência em nosso site utilizamos dados de cookies durante sua navegação. Confira nossa política de privacidade.



Copyright © 2022 Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí - Todos os direitos reservados